quarta-feira, 14 de outubro de 2009

Mulheres Fortes


Ah, como deve ser boa a vida das mulheres frágeis; elas sempre têm alguém que lhes carregue os embrulhos, preencha o Imposto de Renda, troque o pneu do carro, e por aí vai. As fortes fazem tudo sózinhas e são sempre chamadas nas horas do aperto: elas aguentam qualquer tranco e são tão fortes que se metem até mesmo onde não são chamadas para ajudar a resolver os problemas dos outros.

Elas acreditam no personagem, veja só. É dura a vida das fortes, que não são poupadas de nada. Se alguém está com uma doença grave, é a elas que vão contar. Se a namorada do sobrinho ficou grávida, são as primeiras a saber e quando alguém da família é preso com uma trouxinha de maconha são imediatamente chamadas para as providências de praxe, enquanto os pais e mães desses jovens adoráveis estão tomando uma vodka à beira da piscina, sem saber de nada... eles não aguentariam um choque desses e precisam ser poupados porque são frágeis.

Fora os problemas financeiros, é claro.

Existe sempre alguém para cuidar dos frágeis, seja um parente, um amigo, até um vizinho que bate à porta preocupado com o silêncio e para saber se ela está precisando de alguma coisa.

Uma mulher frágil é mais frágil que um recém-nascido e como os homens adoram o papel de protetores, para se sentirem fortes e poderosos, é a união perfeita da fome com a vontade de comer. Quando elas ficam doentes, um verdadeiro exército é mobilizado; um leva revistas, outro um embrulhinho com pêras, maçãs e uvas, e se ela não tem empregada, não falta alguém que vá para a cozinha fazer uma canjinha.

Preste atenção que vai perceber que essas mulheres frágeis são indestrutíveis.

As fortes, na hora de uma crise de coluna, se arrastam até a geladeira para pegar um copo de água e se alimentam o fim de semana inteiro com uma barra de chocolate, pois ninguém telefona para saber se precisam de alguma coisa. E elas, verdade seja dita, preferem morrer de inanição a pedir socorro, para não cair o tipo.

Há uma pesquisa a ser feita: uma mulher frágil nasce frágil ou escolhe essa profissão para se dar bem na vida? Por que elas se dão bem e sempre encontram um homem, talvez ainda mais frágil do que elas, para cuidá-las, acarinhá-las e cuidar para que nada as atinja, nunca? Afinal, ela é tão frágil, coitadinha...

Enquanto isso, as fortes se acabam de trabalhar, e são elas que saem do supermercado com pacotes de compras, sem que ninguém se proponha a dar uma ajuda, mesmo que modesta.

Somos todos estimulados a ser fortes, mas boa vida mesmo levam as frágeis, daí a dúvida: não seria melhor que as mães, os pais e os colégios ensinassem as crianças a ser frágeis? Assim sempre haverá alguém para cuidar delas, a vida toda. E aliás, qual a vantagem de ser forte, além de saber que um dia alguém se referiu a ela dizendo "aquela é uma mulher forte"? Um grande elogio, é verdade. Mas e daí? Toda mulher forte tem um desejo secreto que não conta nem a seu travesseiro: que alguém, e não é preciso que seja um homem, faça um gesto por ela, de vez em quando. Nada de muito importante, apenas cuidado, do tipo dizer que a está achando pálida, perguntar se tem se alimentado direito, pegar pelo braço e levar tomar uma vitamina bem forte.

Sabe qual é o sonho dourado de uma mulher forte? Ter uma gripe com 38° de febre e poder ficar na cama. Mas para ela, até essa gripe é difícil, pois uma mulher forte não adoece e se isso acontecer, o mais difícil vai ser receber ajuda, pois uma mulher forte não deixa que ninguém faça nada por ela, mesmo precisando desesperadamente, para não passar por frágil. É capaz de preferir se deixar morrer de tristeza, solidão e sofrimento a pedir socorro seja a quem for.

Como são frágeis, as fortes!....

Danusa Leão

8 comentários:

  1. Já fui forte agora me sinto frágil.

    beijooo.

    ResponderExcluir
  2. Frágeis ou fortes, as mulheres são adoráveis.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Oi Ana!!!

    Acredito que é na fragilidade que está a verdadeira força feminina...
    Obrigada pela visita..

    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Wanderley..

    Melhor de tudo é saber que existem homens como você... Com a sua sensibilidade e gentileza.
    Obrigada pela constante presença.

    Beijão

    ResponderExcluir
  5. Lygia;

    Dizem que a mulher
    É o sexo frágil
    Mas que mentira
    Absurda!
    Eu que faço parte
    Da rotina de uma delas
    Sei que a força
    Está com elas...
    Vejam como é forte
    A que eu conheço
    Sua sapiência
    Não tem preço
    Satisfaz meu ego
    Se fingindo submissa
    Mas no fundo
    Me enfeitiça...
    Quando eu chego em casa
    À noitinha
    Quero uma mulher só minha
    Mas prá quem deu luz
    Não tem mais jeito
    Porque um filho
    Quer seu peito...
    O outro já reclama
    A sua mão
    E o outro quer o amor
    Que ela tiver
    Quatro homens
    Dependentes e carentes
    Da força da mulher...
    Mulher! Mulher!
    Do barro
    De que você foi gerada
    Me veio inspiração
    Prá decantar você
    Nessa canção...
    Mulher! Mulher!
    Na escola
    Em que você foi
    Ensinada
    Jamais tirei um 10
    Sou forte
    Mas não chego
    Aos seus pés...

    Composição: Erasmocarlos - Narinha

    Um beijo especial para vc!!!

    ResponderExcluir
  6. Lygia, caí aqui por acaso e acho que não quero mais sair... rs... Amei seu blog! Parabéns!
    Se me permite, deixa eu dar uns pitacos nesse papo de mulher "forte x mulher frágil", eu sou frágil, sou mesmo! Assumida. Tenho alguém que cuida de mim, gosto de um dengo, gosto de um carinho... Mas... Isso não me impede de também ser uma mulher forte a maior parte do tempo. É forte a mulher que administra a casa, o marido, o filho, trabalha fora e ainda faz faculdade a noite... É forte a mulher que segura a onda da família toda, quando ela está desestruturada, fazendo um meio de campo aqui, dando um jeito ali, e sorrindo sempre! É forte a mulher que mesmo tendo prova na faculdade a noite dá um jeito de ser a Dorothy (de o Mágico de Oz) na escola do filho, para que ele tenha um "feliz dia das crianças"!! A mulher de hoje, é forte e é frágil, e penso ser impossível desvecilhar uma coisa da outra... Mesmo a minha mãe tentando me provar que ela é uma mulher forte... rs...
    Abraços pra vc!!!!!!
    Sucesso!

    ResponderExcluir
  7. Lyra!

    Erasmo e seu grande amor por Narinha...
    O reconhecimento da força, do companheirismo e da grande amizade que os uniu.
    E a gente embarca nessa homenagem... rsrsrs
    Linda lembrança..
    Obrigada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Olá Cyntia!!!!

    Seja bem vinda!!!
    Pode dar pitacos o quanto vc quiser e em qualquer coisa... rsrsrsrsrs
    Como diz a última frase do texto... "Como são frágeis as fortes!" E igualmente podemos dizer: "Como são fortes as frágeis!"
    Tantos personagens em um só dia... tantas profissões... De psicóloga a administradora em fração de segundo... De cozinheira a Cinderela prá agradar o homem amado...
    De uma forma ou de outra... somos o máximo, não acha?? kkkkkk
    Obrigada pelos elogios... considere sua cadeira cativa por aqui.

    Beijos

    ResponderExcluir